A Huawei Technologies registou um aumento das receitas na ordem dos 70% no ano de 2015 comparativamente com 2014. Este aumento tem por base um forte aumento das vendas dos “smartphones” da marca.

As receitas da gigante tecnológica chinesa Huawei aumentaram 70% em 2015. A marca regista agora receitas no valor de mais de 20 mil milhões de dólares (18,6 mil milhões de euros), escreve esta quarta-feira, 6 de Janeiro, a BBC.

 

A Huawei, uma das maiores vendedoras de “smartphones” logo a seguir à Apple e à Samsung, revelou também que as exportações aumentaram 44%, com 108 milhões de unidades a serem vendidas no estrangeiro durante o último ano.

 

A BBC refere que este aumento das receitas tem a ver com o lançamento do mais recente “smartphone” da marca, o “Huawei Mate 8”, lançado em Novembro de 2015.

 

A empresa já tinha anunciado que a unidade de “smartphones” da Huawei tinha crescido quase 40% na primeira metade de 2015 relativamente ao período homólogo. O crescimento das vendas na China e na Europa Ocidental é visto como o principal responsável para o aumento das receitas.

 

A Huawei é uma das maiores empresas de telecomunicações a nível global. Ainda assim, a empresa chinesa está impedida de fornecer aparelhos a operadoras nos Estados Unidos da América. A tecnológica não pode apresentar serviços de banda larga nos Estados Unidos e na Austrália devido ao “perigo de espionagem”, diz a BBC.